Gerador de zine

Olá! Seja bem vinde ao gerador de zine. Zine ou fanzine como a gente gosta de chamar. Um zine é nada mais nada menos que um gibi de baixo custo. Algumas páginas de papel dobrada com alguma coisa pra dizer e pronto. Dentro vai ter textos e figuras produzidas pelo próprio autor, grupo de autores, ou ainda roubada de livros, revistas, internet. As pessoas fazem fanzines sobre as coisas mais diversas que você pode imaginar e a graça é você criar o seu próprio, distribuir ou vender entre os seus amigos e conversar com eles a respeito. Abaixo você tem um zine pronto para ser impresso gerado aleatoriamente a partir de conteúdos selecionados previamente pelo Estúdio Daó.

Para montar seu zine, você precisa de uma impressora e 4 folhas de sulfite.

Com esses materiais em mãos:

  1. Clique no botão imprimir abaixo ou no menu do seu navegador;
  2. Você vai precisar imprimir frente e verso. Se sua impressora tenha essa opção é só seleciona-la e seguir as instruções, caso não tenha é só fazer esse processo manualmente. O jeito mais fácil é você colocar primeiro para imprimir todas as páginas ímpares (1, 3, 5 e 7) e depois você vira as folhas, coloca novamente na impressora e pede para imprimir as páginas pares (2, 4, 6 e 8).
  3. Com as folhas impressas é só dobra-las ao meio e seu zine tá pronto!

Obs.: A impressão do zine funciona melhor no navegador Chrome.

ZINE GERADO ALEATORIAMENTE
A PARTIR DE CONTEÚDOS SELECIONADOS PREVIAMENTE

3×4

@giuliafagundes______

Colagem

@giuliafagundes______

MANIFESTO PARA UMA EQUIPE ESPORTIVA AUTOGESTIONADA

Tefopress

A prática esportiva é uma ótima maneira de exercitar a habilidade humana de criar consenso, poder coletivo, solidariedade e espírito de equipe, além de trabalhar para a construção de corpos mais saudáveis e de uma comunidade em torno de uma prática saudável.

Dentro destes valores uma equipe esportiva que busque se organizar através da autogestão enfrenta alguns desafios. Não existe a figura do presidente/técnico. É ideal que todo o aprendizado que acontece seja compartilhado com o resto do grupo. É também esperado dos membros do grupo que implementem por iniciativa própria nas suas rotinas de treino o que acharem condizente com os objetivos dentro do time. Todos os membros do time participam das decisões administrativas e esportivas em pé de igualdade e toda forma injusta de autoridade e hierarquia tem que ser destruída.

► Valores Compartilhados
Um dos fatores que definem o sucesso de um time é confiança. E confiança entre companheiros de time vem de acreditar em coisas parecidas. Acreditamos na liberação do ser humano perante sistemas de controle social opressivos como: racismo, machismo, capitalismo, sexismo, especismo e religião. Acreditamos que a espécie humana pode e deve trabalhar na direção da criação de uma sociedade sem classes, sem estado, sem patrão e sem fronteiras onde todos são responsáveis pela saúde e prosperidade de si, do coletivo e do entorno. Um time esportivo não vai mudar o mundo mas é um lugar onde algumas dessas ideias podem tomar forma prática e criar lugares de experimentação e acolhimento

(…)

► Diversão e Socialização
O esporte é uma maneira organizada dos seres humanos se divertirem e socializarem em torno da mesma prática. A única maneira de praticar um esporte errado é se você não está se divertindo. Entre si, as práticas esportivas são diferentes, algumas valorizam mais a parte física, outras a parte mental e algumas contemplam as duas de forma similar. Se você não se sente bem com uma prática converse com seus companheiros e tire suas dúvidas, pode ser que você se sinta melhor fazendo outra atividade, seja em outro esporte ou exercendo outra função, em caso de esportes coletivos.

Errar

Editora Melhoramentos

Pernas

Ventre

Aposto que você nem lembra que naquela noite meu olhar era seu
Acho que não sabe tudo o que perdeu

E quando você se tocar

E o cheiro na cama, a marca das unhas em mim
Os gemidos escondidos...
Memorias criadas do que não fizemos

E quando você se tocar
Deixa escorrer pelas pernas
E se perder pelo caminho

E o que esta na cabeça pela ponta dos dedos vai sair
E libertar o que você deseja, o que você espera, ta aí
O gozo vai vir
O medo sair
E o sono bater

Todo dia ela faz tudo sempre igual

Guilherme Felitti

Além do cappuccino, do Vaticano e do fascismo, a sociedade moderna deve à Itália o conceito de empresa. Ainda que grupos de pessoas venham se unindo sob uma mesma organização para fazer comércio desde a Mesopotâmia, 3 mil anos antes de Cristo, foi durante o Império Romano que tomou forma a estrutura da empresa que conhecemos até hoje.

“Eles certamente criaram alguns dos conceitos fundamentais de legislação corporativa, particularmente a ideia de que uma associação de pessoas pode ter uma identidade coletiva separada dos seus componentes humanos. Eles ligavam as companhias à família, a unidade básica da sociedade. Os sócios — ou ‘socii’ — deixavam a maior parte das decisões gerenciais para os gerentes, que, por sua vez, operavam o negócio, administravam os agentes no campo e mantinham ‘tabulae accepti et expensi’, os livros de contabilidade”. Ainda que os romanos tenham dado a primeira forma, foram outros italianos que, baseado no que os romanos já tinham criado, aperfeiçoaram o modelo. Esse trecho é de um livro excepcional chamado The company: A short history of a revolutionary idea, de dois jornalistas da revista The Economist, John Micklethwait e Adrian Wooldridge.

Uma pequena aula de história: depois que o Império Romano cai, o grupo que começa ganhar relevância na Itália são os mercadores, principalmente os concentrados na região de Veneza. É daí que vem a ascensão do Doge de Veneza, a autoridade máxima da República de Veneza. O poder que tinha no comércio marítimo fez de Veneza o centro comercial da Europa durante quase mil anos, o que ajuda a explicar a suntuosidade dos palácios e das igrejas que você visita hoje em dia após desviar das pombas que infestam a cidade. A necessidade de financiar muitas viagens comerciais para o Oriente obrigou Veneza a criar um modelo muito parecido com o praticado por fundos de investimento de risco: capitalistas se juntavam para colocar seu dinheiro em um projeto (uma esquadra em direção à Indonésia, por exemplo, atrás de temperos) e poderiam lucrar com comércio marítimo sem nunca terem colocado os pés em um barco. Começava aí o modelo que nos levou às sociedades anônimas que temos hoje, com empresas que abrem capital na bolsa.

Air Fryer

Amarelo Piscante

VOCÊ TEM QUE COMPRAR
UM AIR FRYER
MAS TEM QUE SER DE MARCA BOA
UM AIR FRYER
NÃO PODE SER FULEIRO
UM AIR FRYER

É UMA REVOLUÇÃO NA SUA COZINHA
É A PANELA DE PRESSÃO
DA NOSSA GERAÇÃO
PRA MIM E PRA VOCÊ
É O CAPITALISMO
SALVANDO NOSSAS VIDAS

VOCÊ TEM QUE COMPRAR
UM AIR FRYER
MAS TEM QUE SER DE MARCA BOA
UM AIR FRYER
NÃO PODE SER FULEIRO
UM AIR FRYER

ISSO É SÓ UM ELETRODOMÉSTICO (8x)

A Todo Anarquista

Flicts

A todo aquele que anda sobre a terra
A todo aquele que trava sua guerra
A quem não reconhece muros nem prisões
A quem não respeita correntes nem grilhões
Aos que não esperam que o tempo lhes dê razão
Aos que ousam derrubar a moral e a tradição
A todo aquele que abraça a deliqüência
A todo aquele que vive a inconseqüência

OOOOO
A todo anarquista

A todo aquele sem pátria nem bandeira
A todo aquele sem hino nem fronteira
Aos que se arriscam a peitar autoridade
Aos que se arriscam a dançar com a liberdade
Aos que não esperam que o tempo lhes dê razão
Aos que ousam derrubar a moral e a tradição
A todo aquele que abraça a deliqüência
A todo aquele que vive a inconseqüência

OOOOO
A todo anarquista

Reptilianos Malditos

Demonia

Se você não sabe, não tem noção
Que no planeta terra, tem uma organização
Há muito tempo atrás lá no Egito
Vieram numa nave ou se pá num meteorito

Era uma espécie muito mais avançada
Fizeram as pirâmides quando não tinha nada
Controlam nossas mentes, o governo, e o escambau
São os iluminati, a nova ordem mundial

Reptilianos malditos
Vieram pra cá, pra nos controlar
Alienígenas disfarçados
Só o Danizudo que pode nos salvar

What’s going on

Marvin Gaye

Kalunga, Lágrimas de Sal

Salloma Salomão

O mar é fruto da saudade
chorei lágrimas de sal
Quem deixou o seu amor pra traz chorou
Quem deixou a sua ngoma*

Chorou Cuba, chorou Luba
Bakongo** também chorou
Suahili** também chorou

Chorou Kuba**, chorou
Luba** também chorou
Maxangane** também chorou

* Ngoma no Brasil tem significado de tambor ou casa (Goma da gíria paulista).
Dependendo da região da África mantêm este os sentidos podendo ser também festa.

** Designação de grupos étnicos africanos de áreas diversas

The Cleaners

Giovani Castelucci

A LIBERDADE DA CIDADE

David Harvey

Estas são as cidades neoliberais que o capital construiu na sua tentativa desesperada de absorver os excedentes que ele mesmo cria.

Ilhabela

Giovani Castelucci